quinta-feira, 6 de agosto de 2020

Por que manter dinheiro no Brasil?

É meus caros, como estão?

Fiz minha primeira compra de ETF americano. Me senti no mínimo, mais livre. É bom saber que pelo menos com uma parte do capital não estou à deriva, torcendo para o Brasil não me decepcionar. Parem pra pensar: investimos no Brasil porque realmente acreditamos nele ou porque não conseguimos pensar mais além?

No meu caso era a segunda opção. Vejam o que aconteceu com a nossa moeda ao longo deste ano. A tendência a longo prazo é essa. Estar ganhando em reais e investindo em reais é estar à deriva de um país que nunca sabemos o que irá acontecer.

Acordei tarde, com quase 2MM na conta, mas acordei. Comecei a enviar aos poucos meu dinheiro para fora e hoje, depois de muito acompanhar o mercado americano e ver que a tendência por lá (pelo menos em tecnologia) é mais de subida do que de descida, resolvi comprar esse ETF.

Me sinto mais "livre" e protegida. Risco de câmbio não parece mais um grande risco. Nem o risco país. Nem o risco político. Selic a 2%? Mais motivos ainda para não manter mais o dinheiro por aqui.

Estou realmente pensando em ir aportando cada vez mais fora do país e só manter aqui o que já está investido. É o que está na minha cabeça no dia de hoje.

Volto no fds para falar mais.
Abs,
IFM

domingo, 2 de agosto de 2020

Fechamento de Julho/20 - R$ 1.929.387 (+2,14%)

Olá pessoal, tudo bem?

Post rápido apenas para não deixar o mês passar em branco. Faltam pouco mais de 70 mil reais para chegar ao tão sonhado 2 milhões e me sinto como se ainda tivesse longe.

Sigo firme e forte nos estudos sobre investimentos, realmente eu investia de forma muito amadora e sairei muito melhor deste momento, pronta para me sentir capaz de fazer melhores escolhas.

Desejo a todos um agosto de muita evolução, paz e que nosso país caminhe para uma saída desse triste momento de pandemia.

Volto com mais tempo na semana que vem!

Abs,
IFM

sábado, 25 de julho de 2020

Uma pandemia no meio do caminho e alocação de portfólio

E aí pessoal, como vão?

Pode parecer surreal dizer isso, mas pela primeira vez na vida montei uma planilha para acompanhar a alocação do meu portfólio e, mais do que isso, montar uma estratégia. Alguns vão dizer: mas IFM, como você pode ter chegado até aqui sem isso? Também me pergunto isso, mas o fato é que eu surfei na onda das altas taxas da renda fixa nos últimos tempos e, vamos combinar, não precisa ser um grande gênio para isso.

Além disso, foquei muito na minha carreira e em ganhar cada vez mais, então além das altas taxas da RF (muitas vezes acompanhada de alta inflação, mas digamos que esta esteve mais controlada nos últimos anos, então tive sim ganhos reais), tive também aumentos substanciais de ganhos nos últimos anos.

Isso tudo me fez chegar onde estou, mas definitivamente não é isso que vai me fazer chegar à IF ou ao próximo patamar. Primeiro, porque as altas taxas, se voltarmos a ter, serão porque tivemos um retorno aos sombrios tempos de inflação alta (espero que não seja esse o nosso caminho, mas com tanta impressão de moeda pelo mundo e pelo Brasil, é provável que seja). E se realmente tivermos uma alta na inflação e na Selic, no fim esta acompanha àquela com um "delay", então vamos sofrer principalmente no início.

Meu segundo pensamento é que atingi uma marca que dificilmente vou crescer muito mais (e até mais importante que isso, muito rápido) na minha carreira. O objetivo aqui vai ser manter este patamar que conquistei e, se vier uma boa surpresa pela frente, não imagino que seja nos próximos meeses. É aquela velha máxima: é mais fácil crescer e mais rapidamente no início do que quando você atinge patamares mais altos.

Dado isso, sabendo que não conto mais com as altas taxas de RF e nem com grandes saltos de carreira, meu caminho tem que se voltar a investir melhor. A conhecer mais desse mundo. A não continuar passivamente investindo em ações que parecem bacanas e em CDBs e LCIs com taxas atraentes.

É fácil falar isso depois de chegar a esta conclusão. Porém, parei para refletir depois de um fato que não foi legal neste ano: a chegada da pandemia. A reflexão que fiz é que foi somente com a quarentena que consegui investir algumas horas que eram desperdiçadas em transito e em outros afazeres, em horas realmente úteis.

Percebi que eu vivia em um looping que era composto por: trabalhar ferozmente de segunda a sexta, gastando meu tempo entre trabalho/pilates/transito. Sair e me divertir de sexta à noite à sábado. Preparar para começar tudo de novo no domingo (e descansar). Era isso. Não parava para pensar se eu estava de fato contente com essa rotina, se ela me levaria a um novo patamar. Estava acostumada a ela e com ela eu convivia bem.

A pandemia chegou e algumas horas a mais surgiram no meu dia. Eu não precisava acordar mais as 7h30 (estou acordando literalmente às 8h30). Com isso, descobri que posso dormir mais e melhor. Trabalhando de casa, continuo trabalhando muito. Mas ao fechar o laptop, já faço minha yoga (que substituiu o pilates - suspenso desde o início da quarentena). Religiosamente estou buscando fazer yoga todos os dias (com isso, perdi já em tornod e 5kg). Foi em uma dessas pausas que temos em casa, porque não estamos rodeados de pessoas a todo momento, que vi que tinha feito um investimento errado. E aí me surgiu uma idéia.

A idéia era: por que não ocupar meu tempo que muitas vezes eu achava que estava "ocioso" nesta nova fase de vida, com um curso realmente profissional de investimentos? E com isso, investir no meu conhecimento. Foi aí que comprei o curso e lá se foram 2 meses estudando (dos um pouco mais de 4 que estamos em quarentena). Estou aprimorando meus conhecimentos e foi assim que cheguei hoje na fase de analisar a alocação (acho que vou comentar mais dela no próximo post).

A grande conclusão que chego é que estou vivendo melhor. Claro que sinto falta do relacionamento humano e não quero ficar neste "mode" o resto da vida. Mas vi o quão importante tem sido não ter que me deslocar para o trabalho. Sigo com uma rotina rigorosa de exercícios, estou me alimentando melhor, faltando pouco mais de 5kg para eu chegar no meu objetivo de peso há pelo menos 10 anos. E, ainda por cima, estou estudando algo que há muito tempo eu queria e nunca tinha tido 1. coragem de investir dinheiro nisso 2. tempo para me dedicar.

A dedicação é grande. Além de alguns minutos ao longo do dia durante a semana. Tenho ficado muitas horas no final de semana estudando também, já que durante a semana é mais complicado. Claramente com minha rotina agitada de final de semana anteriormente, eu jamais teria comprado o curso / deixado a minha rotina de lado para me dedicar.

Obviamente além desses "ganhos" que são mais claros, vejo que estou mais disposta, me sentindo mais útil, me sentindo evoluir não só em mente, mas em corpo. Isso é muito importante para quem quer viver uma IF feliz: mente e corpo em harmonia, cuidado de nós mesmos ao longo do caminho e quando chegar lá.

E vocês? O que estão fazendo enquanto a pandemia não passa? O que querem contar sobre esse longo período presos em casa?

Confesso que escrever esse artigo me deu um mix de felicidade / orgulho. Façam isso por vocês.

Abs,
IFM

sábado, 11 de julho de 2020

Bolsa nos 100 mil pontos novamente! =O

E aí pessoal, tudo bem?

Uau, atingimos a marca de 100 mil pontos na bolsa novamente. Não estou mais negativa nos meus investimentos em RV (incrível). Confesso que estou um pouco desconfiada de tanta animação nos mercados locais, ainda acho que "cairemos do cavalo" nos próximos meses. Ainda estou pensando se me desfaço de parte dos investimentos, eu acho que farei isso.

Sigo estudando mercado financeiro e de investimentos. Estou realmente aprendendo muito. Não vou indicar o curso X ou Y para vocês, apenas façam algum curso e sigam aprendendo. Acho que por um período da minha vida eu vivi como se fosse só trabalhar (e viajar, férias, rs). Mas a vida é muito mais que isso.

A verdade é que estou, nesta quarentena, realmente me descobrindo como pessoa muito além da profissional e futura independente financeiramente. Estou focando em manter meus exercícios em dia o máximo possível (já emagreci mais de 7kg nestes pouco menos de 4 meses). E realmente esse ponto dos estudos abriu meus olhos.

Muita gente fica reclamando que "não tem nada o que fazer" e que "está desanimado". Pessoal, a vida é muito além de sair e ir para rua. Se você não consegue ficar em paz com você mesmo e se desenvolver mesmo que seja de forma online, você está desperdiçando seu tempo.

Desde que comecei a estudar, vi meu tempo "desaparecer". Ou melhor dizendo, o tempo "inútil". Não fico mais pensando "que chato, mais um sábado sem sair". Ou então um"nossa, fomingo já está acabando". Tornar o seu tempo produtivo é uma das melhores coisas que você pode fazer para se animar e se motivar. Nos sentirmos úteis e evoluindo é uma das melhores coisas da vida. E parece que quando isso acontece, muita coisa flui.

Estou reflexiva hoje, rs. Mas a mensagem que eu quero passar é: cuida de você, da sua mente, do seu tempo. Todos nós sabemos o que é bom para nós, de vez de reclamar, arrisque um pouco e dê alguns primeiros passos. =)

Abs,
IFM

sábado, 4 de julho de 2020

Fechamento de Junho/20 - R$ 1.888.874 (+2,42%)

E aí pessoal, tudo bem?

Mês bastante corrido para mim, estive quase para mudar de trabalho (de novo, rs), mas no fim não mudei. Tenho me dedicado pouco ao blog, porque realmente estou trabalhando demais. O mundo das finanças também não está muito animados e o mundo da vida real também não está, então sinto que não tenho muito o que falar.

No último post falei sobre estudos, estou realmente dedicando um tempo para estudar mais sobre investimentos e fazendo um curso nessa área. É incrível o que estudar pode fazer por alguém, estou mais animada, já reconheci várias melhorias que posso fazer (entre elas, não pagar IR na declaração, como venho fazendo e investir de fato numa previdência - é básico, mas eu não fazia). Paguei uma pequena bolada este ano (triste, mas real).

Mas além dos ganhos financeiros, é impressionante como cursos abrem nossa cabeça, acabamos tendo novas idéias, nos sentimos mais criativos, organizados, "preparados"para tudo que há pelo caminho. Por isso, eu realmente recomendo que vocês invistam em cursos, seja na área que for. Confesso que tenho usado muitas das ideias que estou tendo, no trabalho também. O que eu considero particularmente ótimo!

Fechei o mês de junho com  + 2,42%. Estou um pouco receosa desse mundo mais animado das ações. Reflito se não devo vender uma parte da minha posição já na próxima semana (aquela parte que está lucrativa). Acho que vou fazer minha primeira venda sim na próxima semana. Acredito que estamos tendo muita especulação e que quando começarmos a ter os resultados do 2o (e porque não do 3o) trimestre, cairemos na "real".

Meus aportes continuam gerando grande parte do aumento do patrimônio, mas como há algum tempo não acontecia, este mês foi o mercado de ações o responsável por mais da metade do crescimento do meu patrimônio nestes últimos 30 dias.

No geral, sigo tranquila, 50% do ano já passou e ainda faltam 112 mil reais para eu atingir meu objetivo do ano. Ainda tenho que sair de férias nesse segundo semestre e não devemos ter grandes avanços no campo dos investimentos, então estou realmente contando com meus aportes (e as economias que esta vida de quarentena proporciona).

Abs e fiquem seguros.
Ps.: vou tentar voltar a responder comentários, tenho andada desanimada..rs.

sábado, 27 de junho de 2020

Estudos!

E aí pessoal, tudo bem?

Comprei um curso online. Paguei um dinheiro importante por ele, mas quando vi o que eu pagaria quase a mesma coisa pelo IR de 2019, resolvi comprar e fazer algo por mim de forma genuína. Aproveito para perguntar e fazer vocês refletirem: quando foi a última vez que você investiu uma quantia importante em conhecimento para você? Não estou falando para sua carreira ou para seu trabalho, mas para você mesmo (ou porque gosta, ou porque precisa, independente da sua atividade profissional.

Bom, fiz isso e arrisco dizer que foi a primeira vez na vida! rs. Me sinto outra pessoa. Estou mais empolgada, mais motivada, mais feliz. Tinha esquecido a sensação de aprender coisas úteis pra vida. É algo que dá um "novo gás" principalmente depois que a gente já saiu de um curso mais formal há algum tempo.

Estou então me dedicando muito a esse curso que tem uma duração aproximada de 2 meses (já passaram 2 semanas). Aulas ao vivo e aulas já gravadas fazem parte da grade curricular e está sendo bastante desafiador conciliar com trabalho, mas ao mesmo tempo, tem me ajudado inclusive com idéias para o trabalho.

No campo dos investimentos, sigo mais observando do que me movimentando. Novo foco agora é enviar dinheiro para o exterior e comprar alguma das grandes empresas americanas (pensei em Facebook, Google, Amazon, Disney). Por "sorte" enviei uma parte do dinheiro quando o dólar estava na sua última baixa mais significativa (paguei 5,02).

E vocês, como estão com todas essas flutuações? Um pouco de apreensão sobre o futuro e quando (e como) vamos sair dessa né?

Enquanto isso, 2020 já foi quase pela metade!

Até fds que vem no fechamento do mês!

Abs,
IFM

sábado, 6 de junho de 2020

Fechamento de Maio/20 - R$ 1.844.218 (+1,41%)

Olá pessoal, como estão?

Sigo um pouco desanimada com o blog e com as finanças, por isso, deixo apenas registrado aqui o crescimento do patrimônio que foi praticamente aportes e perdas em investimentos.

Imagino que devam me perguntar: mas IFM, e o repique que a bolsa apresentou nesta última semana? Achei bom, mas estou um pouco cética ainda. Sinto que o pior ainda virá nos próximos anos (recessão global e Brasil) e quero estar na maior zona de conforto possível quando isso acontecer. Por isso, vou pensar se não aproveito essa alta para vender posições que estão lucrativas.

Estou também trabalhando na declaração de IR (odeio muito isso), já que é o último mês para fazê-la. Infelizmente vou ter que pagar uma bela quantia para nosso amigo leão. Se alguém tiver alguma dica/planilha de como deixar esse processo mais organizado para o momento da declaração, agradeço deixar nos comentários. A real é que eu levo muitas horas declarando cada uma das posições, rendimentos, ações...sem paciência mais para isso.

E vi que o encerramento do blog do Sr.IF gerou bastantes comentários. Que pena ter mais um blog encerrado nesta finansfera. Sabemos que temos momentos mais positivos em todas as trajetórias e outras menos, mas acho que ainda vale a pena o caminho quando lemos que nossas trajetórias ajudao aos outros.

Aliás, meu blog completou 3 anos no mês passado e nem vi passar! Uau!!! Eu era mais animada antigamente para comemorar essas datas! =P

Mas é isso, 3 anos se passaram desde que comecei e a realidade é que parecem 6 meses. Persistência e aprendizagem é a chave do negócio rumo à IF e sigo firme aqui. E vocês?

Abs,
IFM