domingo, 26 de maio de 2019

Enquanto o post com os detalhes da trajetória não vem...

Oi Pessoal, tudo bem?

Tive um final de semana maravilhoso! Maravilhoso porque me mantive 100% ocupada com coisas que não eram nada a ver com trabalho ou finanças! rs. Acordei bem cedo no sábado, fiz meu pilates (juro que estou começando a gostar MUITO dessa atividade!!!), fui para minha drenagem e tive uma almoço delicioso.

À tarde, encontrei amigos e curtimos até anoitecer. Hoje de manhã eu tinha um compromisso que aproveitei também até o horário do almoço. Mais um almoço delicioso e após ele, fui às compras. Sim, gastei 600 reais em sapatos e botas e acreditem - sem culpa! Já é a segunda grande compra do mês que fiz para me dar de presente, estou amando muito essa fase de me cuidar.

E isso tem muito a ver com equilíbrio. Eu sempre economizei muito e, nos raros momentos de descontrole, comprava coisas em grande quantidade e acabava perdendo essas coisas porque as guardava para ocasiões especiais. O meu especial de hoje em dia tem sido o hoje. Compro algo? Que ótimo, no dia seguinte estou usando. Se não estou usando, é porque comprei errado (e aprendo com isso).

Final de semana foi essa delícia de mistura de bem-estar, exercícios, encontros, compras. Fiquei pensando se a IF será assim (rs), e com gostinho de quero mais. Depois de uma semana tensa na bolsa (continuo com os meus 5k negativos), nada mais tranquilizante do que esquecer de todos esses altos e baixos financeiros.

Agora no fim do dia fui colocar minhas contas em dia e, qual a surpresa ao ver que a fatura do cartão foi para as alturas porque minha hospedagem das férias deste ano caiu agora (justamente neste pico de dólar - eu mereço)? Pois bem, teremos uma alta despesa inesperada no mês que vem (fatura vence no próximo mês). O bom disso é que já vou com os custos da viagem praticamente zerados (ainda preciso comprar dólar, estou no eterno aguardo da descida deste ser).

Sei que estou devendo o post sobre detalhes da minha trajetória, mas não estou inspirada hoje para terminá-lo (já comecei a escreve-lo). Queria finalizar este final de semana assim, de forma leve, feliz e sem grandes obrigações. Saibam então que estou escrevendo ele aos poucos, conforme a inspiração vem. Acho que é a primeira vez que faço isso, inclusive.

Próximo fds será de fechamento e - pela primeira vez no ano - será um fechamento abaixo do que eu esperava. Depois de tantas quedas na bolsa, dinheiro parado em conta (não saber onde investir o próximo aporte é um problema) e vida agitada (de forma positiva), os 1.360.000 que eu tanto esperava e que iria me aproximar da barreira dos 1.400.000 que eu queria superar em Junho, parece estar cada vez mais longe.

Que seja uma semana de muita paz e prosperidade a todos nós!

Abraços,
IFM


domingo, 19 de maio de 2019

2 anos de blog! Balanço geral!

E aí pessoal, tudo bem?

Confesso que não achei que levaria um blog tão a sério. 2 anos se passaram e eu nem consigo lembrar como não era ter um blog. Aqui eu desabafo com vocês, aprendo com vocês, inspiro vocês, causo desconfiança em vocês (rsrs, rindo alto). O blog virou meu passatempo aos finais de semana e, porque não, em poucos momentos de tranquilidade durante a semana.

Escrever me ajudou a colocar em prática muitas das coisas que estavam só na imaginação. Escrever me ajudou a reler o que eu "desabafei" e ter idéias de como eu poderia ser alguém melhor. Recebi feedbacks e contatos que me deram força para continuar. Aprendi que a escrita acalma nossas emoções, organiza nossos pensamentos e nos ajuda a analisar nossa vida.

São pequenas e curtas pausas onde seu cérebro pensa: o que estou passando? o que posso dividir com outras pessoas? O que eu gostaria de ler se eu fosse o leitor? Fortalezas? Fraquezas? Momentos de alegria? Momentos de angústia? Tudo. Tudo foi compartilhado com vocês desde aquele 28 de Maio de 2017.

Amadureci muito. Cresci profissionalmente. Passei a namorar. Passei a dar mais valor a coisas não materiais. Sofri, chorei, me emocionei. Eu sou muito grata por naquele 28 de maio ter decidido iniciar esta jornada. Sinto que não pararei tão cedo. São tantos os blogs bons que vejo que "desapareceram" com o tempo. Acho que na realidade essas pessoas não se conectaram verdadeiramente com o blog. Ou passaram por momentos muito difíceis que os fizeram desistir.

No meu caso não. No meu caso, me conectar com este blog é como se conectar comigo mesmo. É aquele momento de meditação de 15 minutos que você esquece do mundo la fora e olha para si mesmo. É uma terapia exposta e anônima. De novo, não consigo pensar o que seria da IFM sem este blog.

E o blog mudou. No início queria falar mais de investimentos, escolhas, estudos. O dia-a-dia do trabalho me afundou e eu não consegui estudar como gostaria. Não consegui investir como gostaria (neste momento, mais de 8k negativa na RV, vs o que  investi, desde maio do ano passado). Mas o que eu sim fiz foi olhar para a jornada rumo à IF como algo muito além dos números.

Afinal, o que é uma "chegada" sem você aproveitar todo o caminho, não é mesmo? Este ano especiamente comecei a me descobrir além da vida profissional e dos números que quero juntar. Descobri que me cuidar e cuidar da minha saúde faz bem e não terá valor chegar na IF sem ter aproveitado essa jornada.

Pode demorar 1 ano mais do que previsto, afinal, meu "sonho de consumo" era chegar na IF aos 35 e já estou com 31. Mas que grande diferença vai fazer chegar nela aos 35 ao invés de 36, 37, 38? Nenhuma. Precisamos viver o agora também e alguns blogueiros me ensinaram isso.

Parece que quando você "relaxa" e foca no agora, no que você pode fazer hoje (sem deixar o planejamento de lado também, claro), as coisas acontecem mais naturalmente e até melhor do que você imaginava. Quem imaginaria que quase 1 ano após chegar ao milhão eu estaria com este patrimônio? Nem eu imaginaria. A maior lição aqui é: faça o seu melhor, sempre e hoje.

Escrevo conforme as idéias passam pela minha cabeça. O quanto aprendi sobre pensamento positivo, gratidão, carpe diem e inteligência emocional? A IF exige tudo isso. Penso que não é a toa que o caminho dela não dura poucos meses, mas sim, muitos. Ao longo da jornada vamos descobrindo que para vivê-la, precisamos ser uma pessoa "completa". Não são só de números que vivem os FIRE. Eles vivem de relacionamentos, de espiritualidade e gozam de boa saúde.

Gratidão define essa jornada destes 2 anos, obrigada a cada um de vocês que fizeram isso possível, porque vocês também me incentivam a continuar, com cada vizualização, cada comentário, cada clique. Muito feliz em ter os seguidores mais amáveis dos blogs de finanças do Brasil! rs.

Que possamos passar muito mais do que os próximos 2 anos juntos!

Amém.
IFM

domingo, 12 de maio de 2019

A novidade tão aguardada!

E aí pessoal, tudo bem?

Há alguns meses eu venho falando que teria uma novidade para contar para vocês muito provavelmente. Ela finalmente aconteceu e posso contar: recebi uma promoção!

É nessas horas que vemos que todo nossos esforços valem à pena e que justiça divina no fim existe (eu acredito muito nela)! Como eu contei para vocês em alguns posts, no ano passado eu estava extremamente focada em mostrar "para que vim" neste novo lugar que estou trabalhando.

Mês a mês calculava meus avanços, me mostrava disponível, fiz a diferença e entreguei trabalhos gigantes, com obstáculos incríveis. Lógico que para isso tive que abrir mão de muita vida pessoal, muitas horas de sono e também de muitas coisas relacionadas à saúde.

Minha preocupação principal era me consolidar nesse novo lugar, para minimizar os riscos de ser demitida. Está aí um assunto que eu me preocupo muito, desde que comecei a trabalhar: não quero ser demitida (pelo menos não enquanto a IF não chegar). Estatísticas mostram que quando você muda de emprego, você acaba sendo muito mais observado e analisado pelo novo empregador. Afinal, você é um "ser estranho".

E é por isso que o 1º ano de um novo emprego é tão importante e tão decisivo: é nele que as pessoas com as quais você trabalha formarão uma opinião sobre você. Ano passado me dediquei demais e este ano dei uma leve pisada no freio, focando em ir nos meus médicos e cuidar da minha saúde.

Bem, a recompensa chegou. Ganhei uma promoção que considero boa (principalmente levando em consideração a situação em que o Brasil se encontra ainda), o que fará com que os aportes se mantenham em um bom patamar (comentei com vocês que os altos aportes do início do ano são relativos a bônus e pagamentos em geral de início de ano).

Neste mês já vamos poder ver em que patamar meus aportes ficarão. Sou muito, mas muito grata a conseguir avançar tanto assim na minha carreira. Vejo muitas pessoas se esforçando, mas poucas de fato conseguindo chegar lá.

Este novo patamar, para mim, já é tudo que sonhei desde que comecei a trabalhar, o que faz com que eu me sinta relativamente "confortável", não me vejo chegando muito mais longe que isso, honestamente.

O que quero agora é continuar cuidando de mim (o pilates tem feito um bem enorme, mesmo sendo ainda o início - fiz a 3º aula neste final de semana) e aproveitar o caminho até a IF. Não estou me preocupando tanto com os rendimentos (estou com uma boa grana parada na conta, vou ver o que faço, se não me decidir, colocarei no tesouro selic mesmo), acredito que o caminho da IF será natural agora que cheguei no patamar que tanto sonhei profissionalmente.

Este post na verdade é um post de gratidão. A vida tem sido muito generosa comigo e os esforços que tanto fiz ao longo destes anos de carreira tem valido a pena. Quero continuar muito grata e merecedora de tudo isso, para continuar consolidando o caminho rumo à IF.

Teoricamente o carro já subiu toda a ladeira, agora é ir na banguela e aproveitar a decida até o destino final!

E para comemorar, feliz dia das mães para todos vocês!

Abs,
IFM

terça-feira, 7 de maio de 2019

MA DEI RA!!!

https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/05/07/brasil-deixa-ranking-de-paises-mais-confiaveis-para-investimento-estrangeiro.ghtml


Pois é meus amigos, nunca pensei que México iria ficar à frente de nós, mas aí está.

Quem aqui vai às compras?

Abs,
IFM

quarta-feira, 1 de maio de 2019

Fechamento de Abril/19 - R$ 1.329.967,92 (+ 2,23%)

Oi pessoal!

Dificilmente um post me faz mais feliz de escrever do que este de fechamento mensal. O mês normalmente é tão corrido e poucas vezes paramos para olhar nosso crescimento. O fechamento mensal me obrigada a parar para refletir, para fazer conta, para colocar os números em dia!

Este mês não foi financeiramente tão feliz como os últimos, mas foi ótimo do ponto de vista social e de outras metas de 2019. Reencontrei muitos amigos, reencontrei meu equilíbrio em saúde, comecei a emagrecer, e avancei em alguns pontos importantes no trabalho.

Este mês foi o mês que Multiplus finalmente fechou as portas e recebi o dinheiro de volta - uma perda total de  1.658 reais versus o que eu tinha investido, fora o que poderia ter rendido na RF. Minha experiência neste investimento não foi legal, mas acabou.

Em abril também cai em mim quando vi a fatura do cartão de crédito. Apertei os cintos de volta, não quero correr risco de não atingir metas financeiras por descontroles em compras que nem significam tanto para mim. Vamos aos números:

 
 METAS FINANCEIRAS:

Aportes: R$ 23.055,00 - Patamar dos aportes começando a voltar para a realidade. Início de ano é período de muitos ganhos extras com bônus, ajustes salariais, etc. Este mês ainda tive um pequeno pagamento extra, mês que vem voltaremos ao real patamar de aportes.

Rendimentos: R$ 5.984,35 (representam 0,46%) -  Rendimento ruim, bolsa andando de lado e eu continuo negativa na RV.

Total de crescimento do portfólio em Abril: R$ 29.039,35 (+ 2.23%) - Número ok, minha meta é juntar 100k a cada 3 meses, ficamos um pouco abaixo dela, puxado principalmente pelos fracos rendimentos.

Renda Passiva (utilizando a TSR de 4%): R$ 4.433,23 - Mais 100 reais a mais de renda passiva e pouco a pouco conseguimos ver nossa independência chegando. É bom demais pensar nesse valor como um salário que mês a mês vai crescendo.

Onde apliquei neste mês: RF principalmente, tentei aproveitar uma das baixas para comprar mais Itaú, mas a ordem não foi concluída.

Relação RV vs RF: 7% do meu portfólio. Continuo negativa na RV, em torno de 3k (sem contabilizar os rendimentos que eu poderia ter tido na RF).

Ativos mais valorizados neste mês: Mês foi realmente ruim para RV, só a Ambev valorizou do meu portfólio +10%.

Ativos menos valorizados neste mês: EZTC3 (-19%, mas teve bonificação neste mês), ABCP11 (-6%) e ITSA3 (-6%).

Como eu estou com relação à minha meta do ano (1,5kk): Estou bem, realmente querendo rever essa meta quando chegar em Junho. Se até lá eu chegar em 1,4kk a idéia é que a meta seja revista para 1,6kk,

Blog (Adsense - 100 dólares):  Surpreendentes 4,25 dólares me renderam o blog neste mês. Um total recorde. Muito feliz em evoluir neste ponto também. Saldo total de 43,72 dólares.

Compras do Mês: Me segurando como posso com os gastos para dar uma baixada nas faturas dos próximos meses. Diminuindo o número das parcelas nas próximas compras.

METAS NÃO FINANCEIRAS

Saúde (médicos): Não retornei ao endócrino, mas fechei o pilates que começo no próximo final de semana. Voltei à nutricionista que me indicou suplementos que já estou tomando. Devo voltar novamente em Maio nela. Deixei os procedimentos dermatológicos para quando meu cartão voltar ao normal, rs. Realizei mais exames para retornar ao médico.

Saúde (exercícios): Iniciando o pilates e participando de algumas corridas de rua (peguei o gosto por isso).

Horário de trabalho: Meta totalmente não cumprida. Me descontrolei bonito neste mês. rs.

Livros ou cursos: Não evolui aqui.

Séries e filmes: Assisti à 2 filmes que descrevi nos últimos posts (Frozen, rs, Eu não sou um homem fácil), assisti ao documentário Minimalista - que gostei bastante também.

Viagens: Hospedagem do primeiro período das férias já agendada. Falta a hospedagem de um feriado que também vou para fora do país (em Novembro) e o segundo período de férias que devo ficar no Brasil.

Encontros com amigos: Aproveitei muito esta parte este mês. Diria que reencontrei todos os amigos. Aos que perguntaram no último post, sigo namorando, tudo bem por aqui.

Maio já iniciou e o foco nas metas de 2019 segue firme e forte. Saúde em primeiro lugar, equilíbrio em segundo lugar e finanças em terceiro. Pouco a pouco vamos definindo o que é este ano para nós mesmos.

Vamos que vamos!

Abs,
IFM

domingo, 28 de abril de 2019

Minimalismo, pilates e metas de 2019!

E aí pessoal, como estão?

Neste final de semana resolvi me dar um descanso e fazer um detox de whatsapp e cia. Descobri que odeio ter que ficar respondendo mensagens (principalmente de colegas de trabalho) o tempo todo e o whatsapp está virando um verdadeiro pesadelo! Estou então desde sexta às 19h sem abrir o aplicativo de mensagens! rs. Adorei!

Aproveitei este final de semana para rever minhas metas de 2019: 32% do ano já foi! Sabem o que é isso? Quase 1/3!

Pois bem, do lado da saúde tenho continuado meus tratamentos que os médicos indicaram, estou tomando uns suplementos que tem me feito sentir mais produtiva, mais animada e com mais disposição. Se tudo der certo no feriado agora faço mais um exame para descobrir como estão meus índices.

Finalmente fechei o Pilates!!! Aeeeeee, agora é para valer! Conheci um segundo studio neste final de semana que gostei bastante. Apesar de ser uma atividade mais cara, quero de fato experimentar fazer o 1 mês que meu médico indicou e rever, após este período, como me sinto. Inicio no sábado que vem e irei fazer 2x por semana! Agora vai! rs

Também me dediquei muito a rever meus amigos esta última semana que passou. Encontros e jantares muito revigorantes, sempre bom estar com pessoas queridas, estou definitivamente dando mais valor a essas coisas e praticando cada vez mais estes encontros! =)

Aproveitei também para assistir uns bons episódios de O Aprendiz (sim, me julguem, mas eu gosto) e um filme nada convencional ("Eu não sou um homem fácil"), além de um documentário sobre minimalismo ("Minimalism").

O filme é divertido, nos faz refletir bastante sobre o mundo em que vivemos e tem umas mensagens sutis muito interessantes. O aprendiz para mim é uma diversão. Já o documentário, me fez mais uma vez refletir sobre o desapego de bens materiais e até, mais do que isso, as compras que fazemos. Muita coisa nesse documentário fez sentido para mim, recomendo que vocês o assistam!

Próxima semana é mais curta, quero tentar agendar meu retorno na endócrinologista pelo menos, caso contrário, virará uma meta de Maio. Outra meta do próximo mês é visitar o oftalmologista, especialista que não vou há anos. Lembrando que saúde é minha grande meta de 2019!

E vocês, como estão com suas metas?

Abs,
IFM

quinta-feira, 25 de abril de 2019

Valores não contabilizados

E aí pessoal, tudo bem?

Esses dias estava pensando nos valores que hoje não contabilizo no meu patrimônio, mas que algum dia irãoi compor a minha carteira. Vocês também tem alguns deles? Estou falando de:

- FGTS de empresas anteriores (retidos por conta de pedido de demissão)
- FGTS da atual empresa
- Previdência Privada de empresas anteriores
- Previdência Privada da atual empresa

Estes são os valores no meu caso, mas acredito que possam existir outros dependendo da pessoa. Resolvi não contabilizá-los porque ainda não tenho acesso a eles, ou seja, não posso investi-los da maneira que eu bem entender. Alguns deles ficam quase que parados (como o caso do FGTS) e outros estão até que razoavelmente bem investidos, mas não posso mexer por norma da empresa e até por conta dos impostos (caso da previdências).

Fato é que os valores tem crescido e eles tem ficado cada vez mais representativos. Em linhas gerais, entre FGTS de todas as empresas que trabalhei e também da atual, estou falando de: 76.372,00 reais. Quando somo as previdências, tenho: 88.449,39. No total, portanto, estamos falando de um montante de 164.821,00 reais ou um valor que representa 12,5% do meu patrimônio hoje.

O que quero dizer é que é um valor bastante representativo, que eu não deveria simplesmente esquecê-lo, mas fato é que demorará para eu ter acesso a ele. Quando falo dos FGTS, a não ser que eu compre um imóvel, só terei acesso a essas contas em uma situação de ausencia do mercado de trabalho formal por 3 anos ou terei acesso à parte dele em caso de desligamento (Deus me livre por enquanto).

Olhando para as previdências, uma delas terei acesso aos valores daqui 8,5 anos e a outra, muito depois disso, pois ainda estou acumulando valores.

Esses são valores, portanto, que terei acesso realmente em uma aposentadoria bastante no futuro, não poderei contar com eles na IF normalmente e, por isso, continuarei não contabilizando como patrimônio. A partir do momento que eles passarem a fazer parte do meu portfólio (como aconteceu há algum tempo quando contas inativas do FGTS foram liberadas), aí sim passarei a contabilizá-los.

De qualquer maneira, é muito bom pensar que posso contar com tamanho montante para a minha vida no futuro. Meu objetivo inicial de carreira era ser milionária também em valores de FGTS e previdência, mas vejo algo como muito longíquo e espero, na verdade, atingir a IF antes disso.

E vocês, quais valores possuem não contabilizados?

Abs,
IFM