sexta-feira, 1 de julho de 2022

Fechamento de Junho/22 - R$ 3.924.003 (+1,34% patrimonio)

 E aí pessoal, tudo bem?

Mais um mês passou voando. E que mês né? Se por um lado, cripto e bolsa nos EUA e no Brasil seguem desabando, por outro, RF segue dando alegria com a Selic. Confesso que a RF não está sendo suficiente para suprir todas as quedas da RV e agradeço por não ter uma parte grande do meu patrimônio na RV. Não nasci pra isso mesmo. 

Se o mercado no geral está incerto e bem estranho, Junho pra mim foi um bom mês. Consegui fechar partes importantes da compra da minha casinha, peguei as chaves e semana que vem começo a ver o projeto antes de iniciar as obras. Ao mesmo tempo, tive a restituição de IR e consegui equilibrar bem as finanças a ponto de o patrimônio crescer bem, com alguns aportes. 

Aportes esses que devo me despedir logo em breve. Com a obra na casa, já percebi que vou gastar e muito. O céu deve ser o limite. Mas quero curtir esse momento. Acho ele único e especial, como falei pra vocês. Quero ter a melhor casa que eu puder ter nesses espaço. Espero que em julho eu comece a obra. 

Metade do ano se passou, e o que você fez? Eu fiz muito. Comecei o ano com pouco mais de 3 milhões e agora já estou próxima dos 4 milhões. Comprei uma casa. Fui feliz. Vejo que não estou longe da meta do ano, de 4MM, mas também não estou perto pensando em tudo que vou gastar nos próximos meses. 

Vocês vão acompanhar tudo comigo, como sempre. 

Partiu segundo semestre, vamos com tudo! 

Abs, 

IFM

domingo, 26 de junho de 2022

O que o caminho para IF vai te ensinando

 Oi pessoal, tudo bem?

Depois dos comentários no último post, resolvi escrever um pouco sobre o processo de amadurecimento na jornada rumo à IF. 

Sim, tem muitas coisas que só a jornada vai te ensinar. E uma delas, é que você é um ser humano e vai mudar ao longo dela. Se no começo você julga quem gasta com uma pizza ou um café, no meio dela, você descobrirá que não são esses pequenos valores que vão impactar seu patrimônio acumulado, mas que os pequenos momentos de alegria vão te fazer se sentir bem. 

E essa jornada não é sobre dinheiro. É sobre liberdade, sobre fazer o que gosta e quando quiser. É sobre se sentir bem. E porque esperar chegar na idade XX para começar a ter essa sensação? Não, você deve (e espero que) descobrir que vale a pena se sentir bem depois de um determinado patrimônio. 

Não é fácil chegar na etapa de conforto que estou. Mas estou muito orgulhosa de onde cheguei. Viajei muito, comemorei muito e hoje, realizei um sonho que nem imaginava que tinha: o do meu cantinho. Sim, esta semana peguei as chaves e já pude ter o sentimento de: isso é meu. 

O melhor dos sentimentos é saber que essa compra não impactará em quase nada meu patrimônio. Apesar de muitos comentários julgando, estou fazendo o que falei no primeiro parágrafo: investindo "pequenas" quantias em prol da minha felicidade. E é sobre a minha felicidade esse caminho. 

Fui mudando de decisões ao longo do processo: achei que pagar à vista valeria a pena, aí descobri que valia a pena era tirar o FGTS. E com isso, seria importante financiar uma parte, para agilizar o processo. Com isso, comecei a fazer contas de quanto de fato seria importante financiar. Com isso, consegui uma carta de crédito com uma taxa que hoje é quase metade da Selic. Por que não financiar quase tudo? Foi o que fiz. 

Até agora, zero arrependimentos. O valor investido até agora estava parado no FGTS rendendo 3% ao ano. Seguirei pagando as parcelas, até o momento que achar que não vale mais a pena e tenho dinheiro suficiente para liquidar a dívida na hora que bem entender. 

É sobre isso que queria falar. O caminho para IF é sobre decisões. E é sobre chegar nela não com o vazio de quem nada conquistou (ou só conquistou a IF), mas com o preenchimento de ver a conta do patrimônio aumentando e também a conta de experiências/histórias para contar/ outros bens, também aumentando. 

Estou começando a achar que chegar na IF não será a maior conquista desse blog. 

Abs, 

IFM

sexta-feira, 17 de junho de 2022

A saga do imóvel - atualizações

 E aí pessoal, tudo bem?

 Semanas agitadas por aqui! Mas muito feliz! Finalmente processos que estavam emperrados como o registro do imóvel e a vistoria, aconteceram tudo juntos e deram certo! Semana que vem já pego as chaves da  minha mais nova conquista! 

Semana que vem também inicio todo o projeto com um arquiteto. Sim, resolvi gastar com isso. Na verdade, investir nisso. Mas por que?

Porque achei que o custo-benefício vale a pena. Ter uma casinha aconchegante, com a nossa cara e tudo que é de mais moderno, não tem preço. Economizei muito para chegar no nível que estou e ter um certo conforto. E é isso que farei. Já comparei casas projetadas com arquiteto x as que a pessoa fez sozinha e sim, tem uma enorme diferença (principalmente para quem não tem o dom, como eu). 

Tudo indica que em poucos meses estarei no meu sonho de casa própria, vivenciando essa experiência, finalmente.Aliás, feliz que a Selic subiu mais, meu financiamento segue valendo muito a pena por isso. 

Por outro lado, ações caindo por todas as partes, assim como as criptos. Confesso que o que tenho em RF (e olha que não é pouco), não está sendo suficiente para cobrir o "buraco" que essas quedas tem deixado. O negócio é ter paciência e aguardar uma nova fase de subidas, já que não tem muito jeito. 

Vamos manter paciência e quem puder, aporte em ações e cripto. Sem dúvidas quando ambos voltarem a subir será um a grande alegria ter feito essas compras agora. Eu, infelizmente, não posso porque tudo está voltado para minha casinha. =)

Também estou feliz e cuidando da minha saúde/aparência. Descobri o quão é bom ter dinheiro para nos cuidar e não quero nunca mais deixar de fazer isso. Se vou chegar aos 4MM ainda no fim deste ano? Não sei, sinceramente. Este ano está sendo bem diferente de todos os demais da minha jornada rumo à IF. 

Só sei que estou mais feliz assim, aproveitando tudo que acumulei até agora.

Abs,

IFM



sábado, 4 de junho de 2022

Fechamento de Maio/22 - R$ 3.872.301 (+0,57% patrimonio)

 Olá pessoal, tudo bem?

Pois bem, chegou a hora de um crescimento pífio do patrimônio, rs. Depois de quedas da RV, de ouro e também de criptomoedas, a RF não foi suficiente para manter altos crescimento do patrimônio, principalmente em um mês que tive que arcar com os novos custos do imóvel (parcela, taxas, IPTU e por aí vai). 

A boa notícia é que apesar dessa ser a nova realidade, a tendência é ela ir melhorando. E digamos que meu patrimônio é algo que dá uma bela tranquilidade. A chegada nos 4MM não será tão trivial, mas espero que ela chegue até o fim do ano. 

Não tenho muitas outras novidades: tenho tratado o trabalho como uma forma de aportes (e não trabalhando loucamente), tenho tentado manter a saúde (e falhado miseravelmente), seguido o passo a passo para chegar a ocupar meu imóvel (e quantos passos são esses ein...) e investido o que dá em CDBs a 120% do CDI (básico que funciona). 

Feliz Junho para todos! 

Abs, 

IFM

sábado, 21 de maio de 2022

Atualizações Diversas

 E aí pessoal, tudo bem?

É minha gente, a compra do imóvel não é fácil. Felizmente fiz uma negociação que não terei gastos com o ITBI (já pago) e nem com registro em cartório (que eu paguei e irão me reembolsar), mas o fluxo de caixa neste primeiro mês foi abalado. 

Confesso que dá um pequeno impacto ver que tudo que está entrando, saindo para pagar IPTU, registro, boletos, parcela, etc, etc. Meu cartão de crédito também não está ajudando, estou investindo muito na parte de saúde e estética e estou com parcelas já fixas (cartão virado) em mais de 6.500 reais (uau! hahaha). 

São pequenos luxos que me dei o prazer de fazer, pensando que preciso aproveitar o caminho rumo à IF. Também me descontrolei um pouquinho na parte de jóias, estou comprando algumas coisinhas que me faz me sentir mais bonita e que também sempre quis. 

Aparentemente estou em um momento mais descontrolado financeiramente e está tudo bem. No patamar financeiro que estou, me dou a esse luxo e meu patrimônio não irá cair de um mês por outro por conta de nada disso. Mesmo com bitcoin, ações no Brasil e no exterior, entre outros ativos sofrendo muito com a crise global. 

Tudo isso para mostrar pra vocês que depois de um determinado momento do patrimônio, mesmo quando tudo vai mal, nossa vida pode seguir indo bem, porque o acumulo financeiro está permitindo isso. 

Posso dizer que estou vivendo numa das fases mais tranquilas financeiramente? Não sei, confesso que esse primeiro mês de gastos mais altos por conta da casa nova me deixou um pouco assustada, rs. Vou ver como serão os próximos meses, porque afinal, até montar a casa, mais gastos virão. 

Deixei então o imóvel para registro em cartório e devo voltar para pegar os documentos no início do próximo mês. Fiz a vistoria do imóvel essa semana e tem alguns ajustes para fazer, também no início do próximo mês devo voltar a fazer uma nova vistoria. E assim vamos indo, de pouco em pouco. Felizmente a arquiteta conseguiu tirar medidas do lugar para já começarmos a ver algumas questões da planta. 

Ah, e tudo leva a crer que pela primeira vez na história desse blog chegarei aos 100 dólares que podem ser retirados. Incrível, não? Justamente no mês de aniversário do blog. Foram muitos anos de dedicação para finalmente chegar nessa marca. Mas vou esperar o dólar chegar em patamares mais altos para fazer minha primeira retirada. 

Bom final de semana a todos. 

Abs, 

IFM

domingo, 1 de maio de 2022

A compra do Imóvel - detalhes até agora

 Olá pessoal, tudo bem?

Me animei hoje de vir aqui contar pra vocês. Que jornada, não? 

Chamo de jornada, porque fui mudando de opinião e aprendendo muito ao longo dela. Achei que ia comprar um imóvel usado, que tinha me apaixonado e na região que queria. Eis que mudei absolutamente tudo ao longo do processo e aqui estou, aguardando a construtora assinar o contrato. 

Pois bem, vou tentar contar um pouco sobre a jornada. Eu tinha 2 bairros na cabeça, o imóvel mais caro era de um e o mais barato, de outro. O mais caro acabei desistindo por ser muito grande e caro mesmo, achei que não precisava de tudo aquilo nesse primeiro momento. E aí decidi comprar o mais barato. 

Quando fiz a proposta para ele, veio o primeiro balde de água gelada: tinham feito uma proposta antes de mim e o contrato de compra e venda estava assinado. Que azar! Comecei então a buscar outros imóveis na mesma região, visitei MUITOS deles, até encontrar outro que tinha um valor intermediário entre o mais barato e o mais caro. 

Pois bem, fiz uma proposta. Depois de semanas descobrindo que a proprietária não era bem a proprietária, mas o pai dela e que o pai dela ficou me enrolando; o homem desiste da venda. Simplesmente desiste. Balde de água gelada número 2 e tempo perdido nessa. 

Até aí eu já estava cansada de imóveis usados. Vi que era muita dor de cabeça. Visitei mais alguns que não me apaixonei e decidi partir pros recém-entregues, ou seja, aqueles que ainda não havia um proprietário. Cheguei a visitar um que quase fechei, mas algumas características do imóvel me fez crer que não era o melhor.

Em contato com o corretor daquele primeiro imóvel mais barato, ele me fala que poderia me apresentar os recém-construídos, e me mostra uma outra opção (que foi a que no fim eu fechei). Eu conheci, não me apaixonei, mas gostei.  Até aí eu já estava bem determinada a não encontrar o apartamento perfeito. 

Eis que o imóvel mais barato volta ao páreo, porque desistiram de comprar. Fico super feliz, era o que eu queria de fato, o que se encaixava mais nas minhas necessidades. Esta prestes a assinar o contrato quando o corretor me fala que o proprietário tinha umas dívidas em seu nome. Depois de muito pesquisar, vi que isso era perigosíssimo, porque eu poderia vir a perder o imóvel. Falei com advogados e desisti da compra. 

Foi ai que voltei ao imóvel recém entregue. Fiz uma proposta chutando bastante para baixo que aceitaram de imediato (achei um milagre) e fui adiante. Depois de mais ou menos um mês lendo contrato, relendo, fazendo alterações, assinei em março. 

Minha sorte nesse processo todo é que estou com uma assessora que me ajuda demais, que veio para ajudar com o financiamento, mas ajudou em tudo. Ela me orientou e me orienta a todo o momento no processo. Fundamental para marinheiros de primeira viagem. 

Eu já tinha na cabeça a idéia de fazer financiamento porque segundo ela era muito mais fácil para sacar o FGTS através de um banco. Depois de ver todos os problemas que a compra de imóvel pode dar, vi que mais que financiar, o banco ajuda a ter uma certeza de que o negócio é valido, porque ele avalia todos os documentos. Foi ai que fui mudando minha cabeça para financiar 100% do valor. 

No fim das contas foi isso que fiz. Como tinha pedido carta de crédito em Janeiro, travei a taxa real em 9%. Com a Selic a quase 12% e não dando sinal de trégua, resolvi financiar mesmo 100%, assim mantenho meu dinheiro rendendo e vou pagando as parcelas aos poucos. O juros que vou pagar, já fiz as contas, é menor do que o que está rendendo o mesmo dinheiro na RF. E a cada mês ele obviamente diminui, então decidi que vou acompanhando mês a mês e quando a conta não tiver positiva, quito. 

Uma coisa importante pra dizer é que não coloquei o total do imóvel no meu fechamento. Vou colocar à medida que for amortizando. Até agora foi o FGTS e o sinal somente. As parcelas começam em maio. 

Outra coisa importante: o processo demora demais. Assinei no fim de Março, um mês se passou e ainda estou aguardando a construtora assinar o contrato de financiamento. Eles são lentos, mas todos os trâmites com o banco também. Só depois disso que irei até o cartório fazer o registro que deve demorar mais uns 30 dias. 

Enquanto isso, não posso entrar no imóvel para poder começar a planejar tudo (e haja coisa, porque ele acaba de ser entregue, não há nada). Dá um certo desespero pensar o tanto que demora. Mas é isso, tem que ser um passo por vez e não tem muito jeito. A verdade é que queria ter começado antes, pra fechar antes e hoje já estar dentro do imóvel. 

Paciência, agora não tem volta atrás. Sobre a decisão financeira, até agora não me arrependo. Foi pouco dinheiro que foi (só o sinal), acho que vou me enrolar um pouco nesses próximos meses, mas como as parcelas vão diminuindo, acredito que vou me organizando ao longo do processo. E vai valer a pena, ter um imóvel com a minha cara depois de tanto sacrifício para a IF, vai valer. Fora que vai valorizar, por mais que falem que não, bairro bom sempre valoriza acima do esperado. 

Vamos que vamos, vou contando pra vocês, mas acho que não teremos tantas novidades nesses próximos dias. 

Abs, 

IFM

sábado, 30 de abril de 2022

Fechamento de Abril/22 - R$ 3.850.184 (+10,26% patrimonio)

 Oi pessoal, tudo bem?

Correria monstra com as coisas da casa nova! Sem condições de fazer post, estou apenas tentando sobreviver a todos os passos que tenho até conseguir morar nela. rs. 

Como vocês podem ver, um mês super positivo porque estou incluindo uma linha nova na minha planilha que é o imóvel. Consegui sacar meu FGTS, estou em fase do contrato do financiamento, mas mesmo assim, sacar um FGTS é uma emoção enorme. Finalmente aquele dinheiro parado é meu (ou não, porque não está na minha conta, mas nos futuros concretos que vou habitar, rs). 

Esse mês foi o último com aportes extras, mês que vem já começo com as despesas da casa que não são poucas, então vamos ver cada vez mais o que o patrimônio pode fazer por mim em termos de rendimento. 

De resto, bolsa deu aquela bela escorregada, assim como as criptos então, mais uma vez, RF salvando essas quedas. 

Quando tiver com a cabeça mais tranquila, volto para contar detalhes sobre a compra da casa.

Abs, 

IFM