quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

De **** CHEIO!

E aí pessoal, como estão?

Eu to bem cheia. Esta última 1,5 semana foi um misto de sentimentos que não consigo explicar. Algo mudou em mim e não sei dizer exatamente o que foi. Conto um pouco para vocês.

Na semana passada estranhamente recebi 3 convites para participar de processos seletivos. Vagas completamente diferentes, mas, mesmo com menos de 1 ano de empresa nova, decidi conhecer pela única e exclusiva curiosidade. Vocês sabem que as coisas não estão a mil maravilhas no meu trabalho, mas ele é bem mais suportável que o anterior, isso com toda a certeza.

Pois bem, participei de algumas etapas, conversas e tudo pareceu caminhar bem. Minha auto-estima até melhorou, senti que de fato algumas coisas que desenvolvo no meu trabalho são valorizadas em outros lugares e nada melhor do que se sentir "desejado" no âmbito profissional para te dar um novo gás e ânimo, não é mesmo?

Pois bem, passadas as etapas que foram todas muito rápidas, entro num processo de silêncio. Sem notícias de nenhuma das 3 possibilidades. Zero retorno, silêncio total mesmo. Toda a auto-estima que eu tinha na semana passada se foi pelo ralo.

Não, eu não estava buscando novas oportunidades. Vieram me chamar e me mostraram o quanto eu posso ser útil em outros lugares. Me mostraram outras possibilidades de carreira, outros tipos de organização, e até outras formas de trabalhar.

Me mostraram lugares mais perto de casa, pessoas mais inteligentes com quem conviver, lugares mais simples (será?) de trabalhar.

E agora estou aqui, esperando alguma resposta e com esse desânimo para tocar meu trabalho atual, ao mesmo tempo que o desânimo se torna cada vez maior conforme o tempo passa e eu não tenho respostas.

Será que fui mal logo nas etapas finais? Será que não sou tão boa assim? Será que de fato estou fadada a ficar no mesmo lugar, fazendo as mesmas coisas até a minha talvez aposentadoria precoce?

Estou cansada. Se por um lado é bom pensar em outras oportunidades, por outro eu me canso só de pensar em ter que ler novos cenários, novos processos e até mesmo novas pessoas. Mostrar meu valor e mostrar o quanto posso aportar em um ambiente estranho de novo em tão pouco tempo.

Mas então por que será que me sinto assim?

Enfim, isso explica um pouco meu desaparecimento, passei os últimos dias me dedicando a trabalho e a processos seletivos. No final das contas o que ganhei foi continuar no trabalho, mas agora com um desânimo maior, já que aparentemente fui reprovada em 3 outros lugares.

Nessas horas eu penso: cadê minha IF? Por que é tão difícil ganhar um bom dinheiro? Por que ainda estou negativa na RV? Como faço para acelerar todo esse processo?

Posso estar sendo imatura aqui e provavelmente estou mesmo. O que são 3 recusas perto de tudo que já conquistei até hoje, não é mesmo? Mas ser-humano é um ser insatisfeito por natureza. Olho para o lado e vejo mil possibilidades e não estou nelas ainda.

E aí me pergunto: com toda essa imaturidade, será que vou ser madura o suficiente para dizer a hora de parar? Será que quando os 5 milhões (meu alvo) chegarem, estarei satisfeita o suficiente para deixar tudo para trás e virar essa página da minha vida?

Pensamentos, reflexões e desânimo, muito desânimo. Algo mudou em mim.

Abs,
IFM

24 comentários:

  1. Calma, amiga. É aportar e esperar, nao tem jeito. Melhor jeito de acelerar é aumentar o aporte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não consigo aportar além do que to aportando vaga...só se eu tiver um aumento de remuneração, o que não vejo num curto prazo. Estou no limite sobre isso tbm.... =/

      Excluir
    2. Entao tem que se concentrar em aumentar a renda. Ser mercenaria. Mandar curriculos e trabalhar pra quem paga mais. Aproveita que ainda da. Depois dos 40 ja era.

      Excluir
  2. Essa situação que você descreveu eu acredito que seja até comum.
    Fim do ano se aproxima e não sei se você terá a resposta de algum convite ainda esse ano...

    Acho que tem várias coisas aí, ansiedade, incerteza, talvez um certo apego ao trabalho atual, medo do possível novo, mas o que pega mesmo ao meu ver no seu caso é a incerteza.
    A vontade de mudar mas sem saber ao certo se vale a pena, e também o desgaste com a rotina do trabalho e a lida com as pessoas pode tirar a energia de qualquer um. Esse negócio de ter que ficar fazendo jogo político no trabalho desgasta bastante quem não tem personalidade condizente com isso, e aí a vontade que dá é de sair disso mesmo.

    Acho que quem está nesse tipo de situação deve pensar o seguinte: Se os convites não resultarem em nada, ao menos estou empregado e caso realmente a situação esteja ficando muito ruim de se administrar há a opção de sair do emprego e tendo bom patrimônio e renda passiva razoável parar um pouco pra colocar a cabeça no lugar e talvez até retornar ao mercado de trabalho em outra função, talvez até pra ganhar menos, mas desde que se estresse menos é algo a se pesar e pensar.
    Quanto a RV no momento ela está meio lateralizado, ora sobe, ora desce, mas não saiu muito do lugar desde a eleição.

    A partir de janeiro de acordo com o comportamento do governo alguns setores podem sim ter valorizações interessantes, talvez até no curto e médio prazo, portanto esteja e estejam atentos a isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário Anon. Bastante sensato.
      Acho que é isso mesmo. Eu somo ainda a questão de quando eu me vejo há uns 2 anos atrás desejando ter o salário que eu tenho hoje, eu pensava: nossa, quando tiver esse salário eu não vou querer mais nada da vida. E no fim o que acontece? Quero e não só quero mais, como ainda me decepciono em não conseguir na velocidade que eu almeijo.
      Enfim, tudo é amadurecimento e aprendizado, amanhã será um outro dia...
      Abs,

      Excluir
  3. Queria te propor uma reflexão: seu custo de vida é baixo. Você tem um ótimo patrimônio já formado, será que é necessário acumular mais anos e anos de desgaste para chegar nessa meta? Por que não se permitir uma loucura? Chutar o balde e viajar o mundo, por exemplo. Queria te dar uma sugestão: veja o canal no YouTube "Eu vivo isso". Hoje você tem um mar de possiblidades de viver, até como um nômade digital. Pena que a internet tem limitações, você é uma pessoa que eu gostaria de conhecer pessoalmente um dia e bater um papo. Beijo grande!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela reflexão Anon. Vou colocar suas perguntas abaixo para respondê-las:
      será que é necessário acumular mais anos e anos de desgaste para chegar nessa meta?
      Honestamente cada vez penso mais que sim. Minha renda passiva é de 3 mil e poucos reais, isso utilizando a TSR. Se eu for cotar só um plano de saúde só para mim, já deve chegar próximo desse valor, como sobreviver com o restante? E se eu quiser formar família, colocar filhos na escola, ter um padrão de vida razoável? Acho bem complicado.

      Por que não se permitir uma loucura? Chutar o balde e viajar o mundo, por exemplo. Não vejo aí minha felicidade. Sou muito apegada à família. Já tive oportunidade de morar fora por um tempo e não vi que os ganhos são tantos.

      Queria te dar uma sugestão: veja o canal no YouTube "Eu vivo isso". Obrigada, vou buscar aqui!!

      E tem várias pessoas que eu gostaria de conhecer pessoalmente aqui na finansfera, pena que é um pouco complicado! rsrsrs

      Bjos anon, vamos tomar uma cerveja virtual aí qualquer dia!

      Excluir
    2. Verdade!

      Realmente as concepções são diferentes. Mas não se cobre tanto, mérito todo seu um patrimônio tão significativo, que já te dá uma tranquilidade grande - ainda mais com um custo fixo baixo.

      Talvez o que você precise nesses dias seja equilibrar a vida pessoal. Fazer esportes, ter um namorado que te impulsione, fazer uns programas diferentes, se desligar...

      Hahaha fechado! Esse "perto" longe da internet é muito louco.

      Bjs!! Fique bem!! ;)

      Excluir
    3. Obrigada Anon! realmente o que mais preciso é equilíbrio. Talvez quando eu tinha uns 100k eu era mais equilibrada e menos fissurada que hoje e aí nos perguntamos: acumular mais leva a que? rs
      Bjs!!

      Excluir
  4. Da hora, não se felizment ou infelizmente, mas concordo plenamente! Tenho um relacionado que talvez tenha interesse de lê-lo: como investir na bolsa de valores com pouco dinheiro. Obrigado!

    ResponderExcluir
  5. Não desanime, você já tem um patrimônio invejável.

    ResponderExcluir
  6. controle suas emoções ou elas te controlam.

    abs

    ResponderExcluir
  7. Olá IFM,

    Talvez você deva esperar mais alguns dias para receber uma resposta dos processos seletivos. Acredito que isso seja um pouco demorado mesmo ainda mais estando perto do fim do ano. Tente não ser ansiosa ;) esse é o meu conselho.

    abraços e feliz natal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Diogo! Sou SUPER ansiosa, é complicado controlar as emoções quando tenho que esperar por algo...
      Abs!

      Excluir
  8. Wowww... ainda não tinha lido vc assim!
    Bom, quando tudo está assim meio turbulento, costumo pensar que não estou olhando pra mim, não estou cuidando de mim.. e aí causa um desequilíbrio temporário. Faça coisas que vc gosta e que te façam bem, para uns é ir a um parque, é tomar um sorvete, para outros é ir ao cinema, sair com os amigos, ler um livro... enfim, cuida um pouco de vc mesma e enquanto isso deixa o tempo fazer o trabalho dele, tudo vai se encaixando novamente no seu devido lugar. Um pouco de paciência e esta tempestade se dissipa ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é VK, existe a primeira vez para tudo! hahaha
      Obrigada, acho que equilíbrio é realmente o que falta e quanto mais pensamos em algo, mais focamos naquilo. Talvez o que eu precise é pluralidade de assuntos para ficar mais tranquila também.
      Abs!

      Excluir
  9. Olá IFM. Já vivi muitas dessas reflexões e às vezes elas vêm a tona.
    Eu sinceramente nunca imaginei que receberia meu salário atual com a minha idade 30-35. Quando olho num Horizonte de 3 a 5 anos pra trás, minha vida era muito diferente. Portanto quem sou eu pra saber o que será mais a frente?
    Sigo tentando reduzir despesas supérfluas, aumentar aportes continuamente, e quando chego no limite tento achar negócios pra entrar, emprestar dinheiro a juros rs, enfim, make more money. Na verdade as vezes penso... Pra que tudo isso... Mas sigo em frente.
    Sobre as entrevistas, acho que não deve se preocupar. Nessa época do ano as coisas não andam muito nas empresas.
    No mais, procure se auto-valorizar (nem sei se essa palavra existe), pense que as empresas estão buscando uma estrela pro seu time. E que você está bem aí onde está. Se realmente te quiserem, vão ter que correr atrás e pagar seu preço. Essa forma de pensar parece doida, mas sempre me fez sentir melhor.

    Fica bem. Um abraço do Stark.
    www.acumuladorcompulsivo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Stark,
      Me identifiquei bastante com o seu primeiro parágrafo. Eu também não imaginava viver o que vivo hoje com a minha idade.
      Sobre fazer mais dinheiro, estou no meu limite. Não consigo ser criativa suficiente para buscar novas formas de renda.
      Seu último parágrafo faz total sentido, obrigada por isso.
      Abs,

      Excluir
  10. Se você foi chamada pela Michael Page, posso dizer que é prática deles chamarem pessoas para entrevistas fictícias, que somente servem para pessoas que estão em treinamento. Passei por isso umas duas vezes com eles. Na terceira vez, mandei eles para aquele lugar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anon, não foi o caso, mas fica aí o alerta para todos os seguidores né? que chato isso.

      Excluir
  11. Oi, IFM, fiquei sabendo do seu blog recentemente, e tenho gostado dos posts :)

    Acho que a demora no resultado dos processos seletivos pode ser explicada pela natureza do cargo (aparentemente você tem um alto salário, então o processo deve ser mais minucioso) e pela época do ano, como já falaram noutros comentários.

    Quanto à ansiedade etc, tenha em mente que você já tem um "fuck you money" respeitável. Se não te chamarem, "fuck them, já tenho aqui meus 1kk".

    Se vc realmente quiser trocar de emprego, fica atenta às oportunidades ao teu redor, que mais portas deverão se abrir.

    Abraço & boa sorte

    ResponderExcluir

Obrigada por tornar esse espaço um lugar fértil para troca de idéias! =)