terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

O que eu mais gosto na finansfera

Olá pessoal!

Tive um momento de paz agora no trabalho. 20 minutos só meus para me organizar, colocar os pensamentos em ordem para depois retornar ao caos (sim, já estou vivendo o caos, rs).

Pois bem, no  meio desses minutos vim dar uma olhada no blog e nos blogs de amigos e descobri o que eu realmente mais gosto na finansfera. Não são os números. Não são as mais cabulosas estratégias de investimento. Não são as informações sobre economia, mercado e futuro.

E são o que?
Os posts sobre as reflexões. O investidor inglês postou sobre a IF recentemente (veja aqui), e conta de forma muito resumida e sutil o que de fato muda com a IF. E o que esse post nos faz refletir? A mim, me fez refletir sobre como quero levar minha vida. Sobre como 500 reais hoje podem fazer toda a diferença sobre a minha qualidade de vida hoje, mas pode não fazer diferença nenhuma no futuro quando eu tiver meus milhões (inchalá!).

E pensar sobre isso muito bom. Alguns amigos pensam que porque estamos na corrida pela IF, só pensamos em dinheiro. Mas não é verdade. A verdade é que pensamos muito mais em curtir a vida, em ter equilíbrio, em aproveitar o momento. E esse tipo de reflexão ocorre também porque estamos em busca da IF.

Quantos aqui da finansfera fizeram metas para 2018 relacionadas a números, mas mais do que isso, metas  relacionadas a bem-estar, a carpe diem, a se sentir melhor com você mesmo, sua família e seus amigos? Eu posso dizer que quase todos.

E por mais que nosso objetivo em comum seja atingir uma certa meta financeira, no fim das contas o que todo mundo quer é PAZ com as finanças e com o tempo para poder curtir a vida. Somos todos grandes perseguidores da grande curtição da vida. E ao parar pra pensar isso, me deparei que o que mais gosto na finansfera é exatamente essas reflexões de como aproveitar melhor o agora e também aproveitar muito o futuro.

Afinal, queremos mais tempo livre para fazermos o que gostamos, sem nos preocupar com dinheiro. No fundo, é isso que todos nós queremos.

E vamos continuar a luta porque ja já alcançaremos nosso objetivo!

Abraços,
IFM

22 comentários:

  1. Quanto você aportou por mês dos 20 aos 30 anos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anon,
      Não tenho os números exatos infelizmente. Tenho uma noção. Por exemplo, aos 20 eu ganhava muito pouco e comecei guardando 100 reais por mês.
      Dos 21 aos 25 mais ou menos eu comecei a evoluir no meu salário, mas ainda não ganhava muito, estimo que eu aportava em torno de 500/700 reais por mês (dependendo do mês).
      O grande salto foi dos 26 aos 29 que mudei de emprego e comecei a ser reconhecida constantemente, com isso comecei a aportar bem mais. No início era uns 1k, 2k e no final eu já estava aportando mais de 8k.
      Abs!

      Excluir
  2. Com todo respeito, o milhão deve ser atingido até os 20 anos. Marina Ruy Barbosa era milionária antes dos 20, porque você não?

    É nisso que você tem de pensar. Você está no mínimo 10 anos atrasada.

    Se dos 15 aos 20 você não fez nada pra merecer 1 milhão, paciência.
    Corra atrás do tempo perdido.

    A maioria é um zero a esquerda nessa idade mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Torço muito por você menina. Acho até que por que me comparo com você quando tinha sua idade. Todo esse esforço vai valer a pena. Uma observação de quem já chegou na IF: depois de um tempão tratando o dinheiro com o cuidado que só a gente sabe dar, você não vai querer desperdiçar 500 paus à toa. A diferença da vida na IF é a nova lógica dos seus modelos de tomada de decisão: o tempo não é mais uma restrição e você não tem mais que agradar as autoridades (professor, chefe, etc). Gosto muito também da meta do Soul na IF: ser uma pessoa melhor. Abraço. InvestIF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Anon! Quero que valha mesmo!
      É uma meta muito bacana mesmo!
      Você alcançou a IF com quantos anos? O que faz agora?
      Abs!

      Excluir
    2. Olá IFM. Juntei o meu f*ck you money aos 45. Faz pouco tempo. Ainda tô na fase de descompressão, acostumando com a tranquilidade da vida fora do mundo corporativo. O meu primeiro projeto são viagens mais longas pelo mundo, trekkings e algumas montanhas baixinhas. Busco também manter a TSR bem baixinha neste período inicial pra ter a segurança de ver o net worth continuar subindo.

      Excluir
  4. Você é mais um fake dentre tantos outros que existem na blogosfera.

    Estamos acostumados a rir de blogs como o seu.

    E também de vez em quando tiramos do ar, se for necessário.

    Acredito que não vai precisar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk boa trolagem.

      Excluir
    2. Se o blog é fake ou não eu não sei.

      Mas uma coisa eu tenho certeza, você é idiota.
      Só idiota pra fazer comentários como esse.

      Excluir
    3. Não alimente os trolls.

      Excluir
  5. Cara... é só isso q a gente quer: PAZ. será tao dificil entender isso??
    É sobre ter a sua propria vida e poder cuidar dela PARA vc.. nao para o seupatrão ou o governo...
    Abraco e sucesso...

    ResponderExcluir
  6. O ideal é aproveitar os dois: o caminho e a finalidade. O equilibrio é a chave do sucesso.

    Abraço e bons investimentos

    ResponderExcluir
  7. Muito obrigado pela citação IFM!

    Além das reflexões, gosto dessa ajuda mutua. Cada um contribuindo de sua maneira não faz ideia de como ajuda. Desde reflexões, investimentos...

    E essa sua frase resume muito bem nosso objetivo "Afinal, queremos mais tempo livre para fazermos o que gostamos, sem nos preocupar com dinheiro. No fundo, é isso que todos nós queremos." - Perfeito!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Verdade, eu não quero dinheiro. Eu quero apenas poder ter PAZ, trabalhar apenas fazendo o que eu gosto e não ser humilhado todos os dias que nem um bicho. Não é dinheiro, é liberdade.

    ResponderExcluir

Obrigada por tornar esse espaço um lugar fértil para troca de idéias! =)