quarta-feira, 4 de abril de 2018

Primeiro livro do ano concluído (vergonha, mas vamos lá...)

E aí pessoal, tudo bem?

Antes tarde do que nunca. Essa frase é uma bela muleta para dar aquele tapinha nas costas do cidadão e dizer: pelo menos você fez algo, deu o primeiro passo. Mas também mostra que por algum motivo, o cidadão chegou bem atrasado em alguma meta que tinha. Esse cidadão sou eu!rs

Bom, e por que me culpo? Porque eu queria ler muito mais. Eu acredito que a leitura é um dos poucos hábitos que pode levar alguém ao sucesso. Eu acredito os livros abrem muitas janelas, mostra-nos outras maneiras de pensar e nos faz crescer e muito. E esse é um hábito "barato".

Eu sonho ainda em ter minha biblioteca. E não me venham com kindles, porque eu gosto mesmo é o de papel (não é sustentável, mas de verdade, muito mais prazeroso). eu tenho uma mini-biblioteca que aposto que não li ainda nem 50% dos livros que eu comprei. Toda promoção maluca da Amazon eu compro uns 10 livros porque tenho uma lista deles aqui no meu notebook apenas esperando a próxima oportunidade.

Aliás, essa é uma bela dica: ao invés de comprarem livros aleatoriamente, vá adicionando-os à sua lista e assim que uma promoção boa aparecer, você vai às compras. Te garanto que os descontos valem muito à pena a espera. E depois que você já tem alguns na fila esperando para serem lidos, essa espera nem é tão dolorosa.

Para dar um exemplo, uma amiga minha comprou um livro esta semana que eu tinha comprado na última promoção. Ela pagou 50 reais. Eu paguei 25 na promoção. Ou seja, você pode gastar 100% a mais quando compra um livro por impulso. De verdade, nem acho um problema porque de fato um livro vale muito mais que isso. Mas se podemos economizar, por que não?

Bom, vamos ao livro que eu li: O Diário de Anne Frank. Obviamente o que me motivou a ler esse livro foi a viagem que farei para Europa logo menos, mas eu sempre tive curiosidade sobre o livro. E que livro! Mensagens fortes, mensagens importantes, mensagens inteligentes. É isso que um livro escrito na forma de um diário de uma menina dos 13 aos 15 anos.

Recomendo fortemente para quem quer saber um pouco mais sobre a história do nosso mundo. É incrível como não sabemos muitas das coisas que já aconteceram na nossa história e como elas podem nos tocar. É um livro emocionante, tocante e triste (pelo final também, claro).

Para quem não conhece, segue uma simples sinopse sobre ele:
 
"Na Holanda ocupada pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial, o comerciante Kraler abriga duas famílias de judeus em seu sótão. A jovem Anne Frank mantém um diário da vida cotidiana dos Franks e dos Van Daans, narrando a ameaça nazista bem como a dinâmica familiar. Um romance com Peter Van Daan causa ciúmes entre Anne e sua irmã, Margot. Anos depois de as duas famílias terem sido capturadas, Otto Frank volta ao sótão e acha o diário de sua filha."

Para quem quer "relaxar" um pouco sobre livros de investimentos, finanças, etc, é um bom livro para abrir a mente.

Próximo livro já comecei, será um pouco mais "técnico" e relacionado à minha mudança de emprego!

Espero recuperar o tempo "perdido" nas leituras, vamos ver.

Abs!
IFM


4 comentários:

  1. Concordo, quem lê bons livros e aplica os ensinamentos diariamente tem muito mais chances de ter sucesso.

    Eu também gosto de ler, sempre leio um livro por mês e procuro aplicar alguns ensinamentos do livro.

    Abraço e sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom né DIL? Eu me sinto quase como numa "viagem", ampliando horizontes e conhecimentos!
      Abs e obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Oi IFM,

    Acompanho seu blog há bastante tempo, mas talvez é a primeira que comento.
    Sobre o livro, já li este e é realmente muito bom. Viciante eu diria.

    Tenho um adendo a questão do Kindle. Hoje basicamente só leio através dele. Muito mais prático (livro instantaneo), dá pra ler sem "luzes" e você tem toda uma coleção a sua disposição. Ainda tem as notas e destaques que você pode fazer e checa-las onde quiser: tablet, celular, Desktop e proprio kindle. Sem falar que para práticar inglês é sensacional, com os recursos de vocabulário e dicionário automático.

    Mas enfimmmmm, essas são minhas razões de usar. A sua também é bastante nobre (ter uma biblioteca), apesar de nada minimalista rsrs.

    Continue com seus posts. Esses curtinhos são bem interessantes pois dá uma frequencia maior.

    Abssss,
    ALEMMAR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá ALEMMAR!
      Que bom conhecê-lo, vou passar no seu blog também.
      Confesso que sou meio anti-tecnologias, a idade pesou e eu fiquei para trás com essas coisas. Um dia quem sabe me abro um pouco mais para essas possibilidades, você apresentou bons pontos sobre o Kindle!
      Sei que n]ao é minimalista, com relação a livros acho que não quero ser mesmo! rsrs
      Abs e obrigada pela visita!

      Excluir

Obrigada por tornar esse espaço um lugar fértil para troca de idéias! =)