sábado, 12 de agosto de 2017

Sobre os nossos semi-ídolos (pessoas da área financeira que acompanhamos)

Fala pessoal!

Escrevo hoje porque vi um fato curioso nesta semana! Mas antes de irmos direto ao assunto, deixem-me contextualizar sobre o que escreverei. 

Acho que todos aqui ou pelo menos a grande maioria tem alguns poucos semi-ídolos financeiros, ou seja, pessoas que te inspiraram a seguir esse caminho de luz da ter uma vida saudável financeiramente. Pode ser um parente, pode ser um autor de livro, um VDR da vida dos blogs financeiros, um video que assistiu, enfim, aquela pessoa que te dá um "click" e que você consegue enxergar a vida equilibrada financeiramente com mais clareza. A partir daí, você começa a procurar sobre o assunto e fica cada vez mais interessado, às vezes até cria coragem de criar um blog (hehehe)!

No meu caso, esse semi-ídolo tem nome e sobrenome. Foi o Gustavo Cerbasi. Sei que ele hoje é super famoso, alguns nem gostam dele. Mas fato é que tive esse "click" sobre vida financeira em uma aula de matemática no colegial (quando estava estudando juros...) e fui atrás do assunto e foi aí que conheci a história de vida do Gustavo. Mais do que os ensinamentos e livros que ele tem, a sua história para mim sempre foi o que ele tinha de mais valioso. 

Estimo (ou pelo menos tenho aqui de cabeça) que ele atingiu o 1º milhão aos 31 ou 30 anos, e se considerou na IF aos 33 (acredito que foi quando acumulou seu 2º milhão). Esses números e idades sempre estiveram na minha cabeça e é lógico que eu queria ser mais rápida que ele (por isso a meta de chegar no 1º milhão aos 30, o que já antecipei que não vai acontecer) - e sim, sou competitiva...

Eu concorrendo com o Gustavo (perdi...=/)

Mas por quê estou falando disso mesmo? Porque a partir do momento que conheci o Gustavo, fui ampliando meu leque de referências financeiras, passando por autores de livro, blogueiros e finalmente, os youtubers! Ano passado acho, conheci a Nathalia Arcuri (do canal Me Poupe):

Sei que também tem muita gente que conhece e critica ela, mas acho ótimos alguns videos, idéias e conceitos que ela consegue traduzir de forma mais simples. Assisti muitos videos, virei "fã", até que enjoei há alguns meses atrás. 

Fato é que ela é FO**! As idéias que tem para economizar e ter renda extra, a coragem que teve de "largar tudo" e viver de um canal, é admirável. Ela virou minha semi-ídola financeira. E não é que nesta semana ela divulga o video abaixo:

(WHAT? Só agora?!)

E qual foi minha surpresa ao saber que ela, a rainha dos melhores videos sobre finanças, a mulher mais corajosa e empreendedora nesse tema, "SÓ" conseguiu o 1º milhão dela "AGORA"?! agora = 32 anos

(Pausa antes que me xinguem: eu sei, 1 milhão é MUITA grana. Eu sei, muita gente no Brasil não vai chegar nem perto desse valor durante uma vida inteira. Eu sei, estamos falando de uma pessoa que conseguiu isso e ainda muito jovem, mas calma, vamos olhar por outra perspectiva abaixo, ok?)

Poxa, a Nathalia é referência em idéias para conseguir chegar na IF. Ela já foi na TV falar sobre o assunto. Comprou seu primeiro carro aos 18 anos. Seu primeiro apê aos 23 (acho). Eu imaginava que ela já tinha muito mais que um milhão! Sim, sou crítica. 

E à que conclusão cheguei? Que aqui na finansfera temos pessoas tão ou melhor competentes que ela nesse aspecto. Vejam quantos que chegaram no 1M muito antes dos 32 anos? VDR, VDC, entre tantos outros aí! (E espero que eu esteja nessa lista ano que vem! =)

Por isso, a mensagem que fica é: vamos aproveitar esses "talentos" que temos aqui na finansfera. Tanta gente boa, com conteúdo, que chegaram lá, de fato temos muito o que aprender com esses "anônimos" da vida real. 

Nathalia, não me mate, mas de fato eu achava que você já tinha mais de 1M há tempos! Sucesso!

Aproveitem o FDS pessoal!
Abs!

15 comentários:

  1. Tem muita coisa que deve ser levada em consideração sobre a questão da IF x idade ou simplesmente IF.

    O que faz a maior diferença é o poder de aporte e os hábitos e estilo de vida do aportador. RF não enriquece ninguém, já foi melhor, mas tá indo pro brejo.
    1KK aos 32 anos partindo do 0 é sim um grande resultado. Isso só é possível fazendo praticamente tudo certo desde cedo e tendo uma boa renda.
    Se formo levar em consideração pessoas com esse patrimônio em dinheiro vivo, sem contar os bens aí esse número de milionários se torna irrisório frente a totalidade da população.
    Mesmo que não se chegue ao valor simbólico de 1kk, não se pode desprezar valores mais baixos.
    No Brasil o cidadão assalariado comum passar dos 100k em dinheiro investido já é um grande resultado.

    Por fim tem muita gente anônima com bom patrimônio que não aparenta ter. Isso é muito comum em pessoas de origem mais humilde acima dos 40 anos. Sempre houve isso, não é novidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon,
      Concordo com você. Mas no meu post não estou falando de pessoas "comuns". A Nathalia desde os 8 anos pensa em dinheiro e em como chegar lá.
      Acredito que de fato ela fez "tudo certo" desde cedo. Anyway, de fato 1M aos 32 continua sendo um grande feito, mas para ela, eu esperava mais. Por algum motivo, mas esperava.
      Abs!

      Excluir
  2. Geralmente o gosto pelos investimentos e a conquista da IF no passado chegava por algum livro, hoje acho que chega por algum vídeo no YouTube, ou Blog.

    Acho que com os Blogs estamos dando uma ajuda para uma vida financeira melhor e melhores investimentos

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. IFM ótimo post, também foi com os vídeos do Gustavo e da Natalia que obtive meu awaken para o mundo das finanças. DIL de fato todos vocês da blogsfera são catalizadores para que quem tem interesse em obter a IF, seus exemplos pessoais e dicas para trilhar esse caminho, continuemos na corrida para a IF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana Anon, ainda acredito em um país melhor através do conhecimento financeiro...

      Excluir
  4. Também achei que ela já tinha chegado ao primeiro milhão, mas achei legal ela ter alcançado agora e compartilhado com os seguidores. Parece mais "gente como a gente" hahah.
    O bacana é que ela está contando só o valor líquido, nenhum outro bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei legal também Ryca! Pensei que ela ia deixar os valores que ela tem "à sete chaves"...

      Excluir
  5. IFM,

    Nunca gostei do Cerbasi. Acho-o um tanto quanto superficial, mas entendo a importância dele à educação financeira no Brasil.

    Quanto a Nathi, o mérito dela é produzir um conteúdo de finanças de maneira mais simples e clara aos seguidores. Ela já deve ter contribuído muito com os vídeos dela.

    E acho até besteira esperar que ela tivesse mais que isso. Ela é uma pessoa normal, mas que se esforçou, foi empreendedora e bem disciplinada com as finanças. Se ela fosse uma engenheira, médica ou alguma outra coisa, com certeza já teria bem mais, porém, pela profissão e negócios dela, alcançou um bom resultado.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anon,
      Será que o Cerbasi é superficial ou ele só tenta passar conceitos básicos para a população? Tenho minhas dúvidas. Um cara que chegou onde chegou, não deve ser tão superficial assim (minha opinião).
      Acho que a maioria da população pode se inspirar nela, o que é bacana, porque só uma pequena minoria é engenheiro ou médico no Brasil...
      Abs!

      Excluir
  6. IF ou M!

    Tanto a Nathalia quanto o Gustavo têm méritos em saber transmitir conhecimento de um modo bastante acessível, e isso pode ser bem mais difícil do que aparenta. Fora que a Nathalia é muito engraçada!

    Você conhece o Thiago Nigro (Primo Rico)? Também acho o conteúdo dele bacana. Por sinal, no youtube você acha uma entrevista que ele fez com o Cerbasi, talvez lhe interesse!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi DM!
      Conheço sim, o cara é bom também!! Eu curto seguir essas pessoas, sempre tem algo novo que podemos aprender...
      Abs!

      Excluir
  7. Realmente os semi deuses dessa blogsfera nos incentivam a querer prosperar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza corredor! São doses diárias de motivação que ganhamos por aqui e isso faz a diferença!
      Abs!

      Excluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Obrigada por tornar esse espaço um lugar fértil para troca de idéias! =)